.Dia 3: A aldeia abandonada

  • À Sua Majestade Imperial,


    Algo estranho aconteceu esta manhã. Eu ainda estava a descansar na pequena aldeia, tentando descobrir mais informações sobre todas as outras tribos antes de retornar para casa. Foi então que eu vi um velho druida a dirigir-se para uma casa vizinha. Momentos após ele ter entrado no edifício, um vento cinzento cheio de pó apareceu do nada e a aldeia tornou-se uma aldeia Natar. Inicialmente não senti nada diferente – eu já vira esse tipo de transformação anteriormente. No entanto, a aldeia foi nossa por apenas alguns minutos, e depois retornou ao seu estado original como se nada acontecera. Eu tive uma forte suspeita de que isso estava de alguma forma relacionado com a manipulação do druida arcaico e pedi a Nenet que secretamente inspecionasse a sua casa. O que Nenet me trouxe fez enregelar-me o sangue. Era um pedaço de pergaminho com apenas uma linha escrita: "Diário do Primeiro Artesão". Este não era o venerável título da obra do vosso grande antepassado, o criador dos mais poderosos artefactos do passado? Lembrei-me das lendas sobre o diário, onde ele descrevia pormenorizadamente como fazer os grandes artefactos de poder. O conhecimento que julgávamos perdido para sempre parece estar aqui algures, nestas terras distantes. E há outros à procura desse conhecimento. Inspecionei o pergaminho e só aí reparei em algo escrito do outro lado.


    O que era isto? Uma pista?


    Tarefa: O que era mostrado na imagem?




  • Boas, aqui vai a minha resposta:


    Imgur: The magic of the Internet