[Discussão] Crop15 vs crop9 com 2 oasis 100% cereal?

  • Respondendo à pergunta:


    A C15 é mais vantajosa em relação à C9? depende... Vou jogar com ouro? Que tipo de jogo vou fazer? Se for para andar a fazer tropa e mais tropa e a atacar constantemente, uma C9 poderá ser suficiente. Agora army para uma WW já sera mais dificil, mas também não nos podemos de esquecer de estruturar a conta, há quem faça mais com uma C9 do que com uma C15, não é só a capital que conta ;)

    Para que serve um GE? Será isto é uma boa opção de ataque? ou será de defesa?


    Convém ter alguma força bruta de ataque, mas não é tudo. Com armies mais pequenos consegues fazer coisas engraçadas, não há só a WW e artefactos com um alvo desenhado. GE defesa também dá jeito, é preciso força bruta para parar a força bruta que ataca e estruturando bem a conta consegues fazer um bom número de tropa defensiva.

    GQ e GC dá jeito ao GE ofensivo porque tem que aumentar o número de tropa (army fora da cap) mas num defensivo já não, ao defensivo o que interessa é o número de quartéis a fazer tropa porque depois junta tudo e tem o bónus defensivo do herói.


    E fico por aqui...

  • Muito obrigada! Estava procurando um link que explicasse exatamente isso! Porém, a resposta não se encontra nesse link, então ainda não sei o que significa a sigla GE.

    Post was edited 2 times, last by beckout: Não encontrei a resposta no link que foi passado. ().

  • GQ e GC dá jeito ao GE ofensivo porque tem que aumentar o número de tropa (army fora da cap) mas num defensivo já não, ao defensivo o que interessa é o número de quartéis a fazer tropa porque depois junta tudo e tem o bónus defensivo do herói.

    Atenção que o bónus da arma e os 20% do bónus do herói só afectam a aldeia de origem do herói.

    Se tens a aldeia A a enviar 20k e a aldeia B a enviar 20k + herói, os bónus do herói só se vão aplicar à tropa da aldeia B.

    "O exemplo não é uma forma de liderar. É a única."

  • Atenção que o bónus da arma e os 20% do bónus do herói só afectam a aldeia de origem do herói.

    Se tens a aldeia A a enviar 20k e a aldeia B a enviar 20k + herói, os bónus do herói só se vão aplicar à tropa da aldeia B.

    Não.


    O bónus da arma é para as tropas que acompanham o herói.


    O bónus defensivo é para todas as tuas tropas que estão na aldeia com o herói em defesa. Só as tropas que não consegues controlar é que não têm bónus, ou seja, as tropas de outros jogadores.



    Envias 5K e depois 1K+herói da aldeia A e da aldeia B envias 3K.


    A arma só influencia o 1K porque foi a tropa que foi junto com o herói. O bónus defensivo afecta todas as tropas, neste caso 9K.


    É verdade que o suporte já me disse que o bónus é só para a tropa que acompanha, mas as FAQ dizem o contrário.


    @JL temos aqui uma situação que deveria ser corrigida, a tradução para PT está incompleta, ainda por cima o que está dentro de parêntesis é esclarecedor.



  • Muito obrigada! Estava procurando um link que explicasse exatamente isso! Porém, a resposta não se encontra nesse link, então ainda não sei o que significa a sigla GE.

    Já adicionei lá na pagina:

    GE => grande exercito

    GC => grande cavalariça

    GQ => grande quartel



    Espero ter retirado essa tua dúvida.


    Abraço

    jl_sig.png

    Post was edited 1 time, last by JL. ().

  • GC- Grande Cavalariça :)

    Currently playing:

    Lusobrasileiro 1 :rom09:

    TT Qualification 2020 :hun09:

    Lusobrasileiro 6 :teu09:

    Gijo :hun11:


    "Any man whose mistakes take 10 years to correct is quite a man."

    Oppenheimer

    "O que é demais é moléstia, não saúde."

  • C15 ou c9 nas montanhas ,deixaram de ser uma prioridade para jogadores ge,seja hammers seja ge's defensivos.

    As mais fortes aliancas jogam proximo do centro,e as unicas crops prioritarias sao aquelas que estao na zona cinza,na sua proximidade ou junto das fronteiras do quadrante.

    Todas as outras,com a inclusao dos egipcios ,deixaram de ser uma mais valia se as mesmas nao estiverem na posse destes.

    As aliancas mais rotinadas,como disse jogam proximo do centro,onde alem de ser a zona onde saiem os itens indespensaveis para que se possa lutar pela vitoria,tens tambem uma maior proximidade de defesa,e acima de tudo uma maior proximidade do farm.

    Os ges defensivos jogam na fronteira da cinza ou proximo da zona da ww,e os hammers sao por noma feitos numa area que vai do 0/40 ao 100/100.

    Assim as c15 deixaram de ser fundamentais,porque so com o farm consegues construir 1 ou 2 hammers,ou 1 hammer ww e 2 ou 3 armies de porrada.

    No ultimo servidor que joguei 2 aliados meus fizeram cada 1 o seu ge numa area do 50/50(hafik e ha0s) e ainda andaram a dar porrada nos chineses e alemaes numa zona do 150/100 e tinham como capital uma c7.

    Isso de ires para as montanhas fazer ge ja nao se usa,excepto em servidores de baixa qualidade onde o importante e o sucesso de cada 1e nao o sucesso colectivo.

    E é isso que por vezes tambem diferencia jogadores que fazem muita tropa,de jogadores que sao bons atacantes.

  • Diria que os servidores lusobrs tem uma realidade muito diferente, com menos jogadores, menos farms, menos jogadores que sabem realmente farmar, raramente os quadrantes são disputadores por causa dos mega blocos. Como aqui a ação só começa nos arties, infelizmente os GEs de montanha ainda são uma opção viável. Vai procurar zeranços pré arties nos servers de cá e vais encontrar muito poucos... O mais triste é que mesmo em c15s nas montanhas o pessoal ainda não sabe simmar seguindo o guia, é essa a nossa realidade.

  • Diria que os servidores lusobrs tem uma realidade muito diferente, com menos jogadores, menos farms, menos jogadores que sabem realmente farmar, raramente os quadrantes são disputadores por causa dos mega blocos. Como aqui a ação só começa nos arties, infelizmente os GEs de montanha ainda são uma opção viável. Vai procurar zeranços pré arties nos servers de cá e vais encontrar muito poucos... O mais triste é que mesmo em c15s nas montanhas o pessoal ainda não sabe simmar seguindo o guia, é essa a nossa realidade.

    Concordo,apesar de achar que ge de montanha nao serve os interesses da alianca mas sim de quem o faz.

    Primeiro porque um atacante nao se pode focar unica e exclusivamente num ge. Todos os bons atacantes fazem exercitos com o necessario para os seus fins,sendo que nao precisas de um ge com 1kk de bonecos para derrubar uma ww no lusobrasileiro.

    Noutros servidores vez contas com metade desse numero,mas com 2 ou 3 ges,ou com 1 ge e varios armies de porrada.

    Segundo,se vais para as montanhas e a tua alianca fica no centro, vais obrigar a que uma dieta pequena venha para perto de ti,tirando a oportunidade a todos os outros de a utilisar. Ou isso ou o holder de uma dieta grande/unica conquistar uma das tuas aldeias e meter la um artefacto tipo pequena gestao,para que possas criar rotas.

    Alem disso tens que puxar defesa exclusiva para ti ja que todos os outros possiveis alvos ficam distantes.

    Com as dietas,e ww hoje em dia ja nao e dificil alimentar varios ges. Eu cheguei a meter prints de dietas onde estavam estacionados varios ges e nalgumas 200 a 300k de catapultas.

    Com o uso dos egipcios essa alimentacao tornou-se ainda mais facil ja que com 3 contas egipcios c15 150% numa alianca,consegues repor sempre que falte algum cereal,seja atraves do mercado e das rotas,sejaal atraves do farm ou contornando as regras do fogo amigo como outro membro do forum escreveu noutro topico(aqui tambem lhe poderiam chamar tech acount,ja que as mesmas fazem o papel de fornecer apenas recursos aos outros,apesar destas contas por vezes terem 2 ou 3 pessoas por traz),ja que uma c15 150 egipcio com campos a 21 em x2 produz acima dos 700k hora de cereal.

    Talvez no lusobrasileiro as crops de montanha ainda facam alguma diferenca,mas em servidores competitivos,para as montanhas so vao aqueles que nao conseguem lutar pelo centro. Ai seres atacante e teres uma crop 15 ou 9 ou teres uma de 7 nao faz grande diferenca,desde que as mesmas vao parar a egipcios ou outros defesas principalmente full druidas,que sejam teus aliados.

  • Concordo contigo, isto de GEs de montanha só existe por causa do estado do dominio lusobr e sim acho que os GEs de montanha são mais para jogadores brilharem individualmente e que em termos tácticos um GE de capital no centro mais modesto e algumas aldeias de defesa ajudariam mais as allys. Mas já ninguem joga para a equipa, as allys são blocos gigantes em que as pessoas mal se conhecem, lideranças que jogam para o seu jogo enquanto que noutros tempos seriam os jogadores que sacrificariam o jogo pessoal pela ally. Não vais ver garagens em servers lusos porque as c15s 125% e 150% vão todas para os jogadores ofensivos "grandes" apesar de as garagens serem quase imunes a ataques e com as rotas são facilmente fornecidas mas pronto. Os líderes das grandes allys se calhar deviam puxar por allys mais pequenas e deixar os mega blocos para novos líderes crescerem. Quando a ally premade faz logo 4 embaixadas antes do fim da protecção de iniciantes num server pequeno, deixa pouca opção aos pequenos sem ser ir ao mega bloco ao lado. A menos que as grandes allys valorizem mais servidores interessantes e competitivos a um 50/50% de ganhar o titulo (pois os servers tugas muitas vezes são só 2 ou 3 mega blocos no fim) não vai mudar nada.

  • Guest123 e Bardey. bons pontos de vista.


    De facto, é preciso uma mudança no jogo do luso. No fundo, o jogo é tipo lotaria a ver quem fez mais GE para derrubar a WW que já está a 98/99. Quem fizer mais GE ganha... OK, exagerei um pouco, mas é mais ou menos isto.

    Com os blocos por quadrante, artys é quase pacífico, planos então nem se fala, com 13 planos para 3/4 allys chegam e sobram, fazendo com que ninguém ataque planos.OK, exagerei outra vez, mas é mais ou menos isto.

  • Boa tarde,


    para não abrir outro tópico e uma vez que estamos a falar de GE’s :


    1 - Em servidores x1, o que consideram como um GE razoável/aceitável


    2 - Em servidores x3, o que consideram como um GE razoável/aceitável ?


    :thumbsup1:

    00PTX-FL/OF/SCL/DD-HT/TOP:rom09:1PTX- S.H.O.T:rom09:/2PTX- BM:rom09:/3PTX- S.H.O.T:rom09:/4PTX- IND:gau09:/5PTX- S&R:rom09:/TsX- S&R:rom09:/2TsX- OE:rom09:/ 3TsX- Trinity:gau09:

  • 1 - Em servidores x1, o que consideram como um GE razoável/aceitável

    150k-200k infantaria + 80k-100k cavalos e 14k-15k catas / 20k+ arietes.

    2 - Em servidores x3, o que consideram como um GE razoável/aceitável ?

    200k+ infantaria, 150k cavalos e os mesmos números de máquinas.


    Isto para o Lusobrasileiro.

    No 3x apanhas mais facilmente GE's a dormir, por isso os GE's mais fracos/médios que estão a ser feitos em contas menos competitivas raramente saem (por isso é que o normal para os GE's lá são números maiores). Tecnicamente falando, os números podem/devem ser os mesmos, qualquer que seja a velocidade do servidor.


    Quanto mais alta a velocidade, com mais facilidade o fazes, mas com mais facilidade o perdes ;)

  • Boa tarde,


    para não abrir outro tópico e uma vez que estamos a falar de GE’s :


    1 - Em servidores x1, o que consideram como um GE razoável/aceitável


    2 - Em servidores x3, o que consideram como um GE razoável/aceitável ?


    :thumbsup1:

    X1 Romano - 240 Imperianos 160 Caesares 22 Catas

  • Guest123 e Bardey. bons pontos de vista.


    De facto, é preciso uma mudança no jogo do luso. No fundo, o jogo é tipo lotaria a ver quem fez mais GE para derrubar a WW que já está a 98/99. Quem fizer mais GE ganha... OK, exagerei um pouco, mas é mais ou menos isto.

    Com os blocos por quadrante, artys é quase pacífico, planos então nem se fala, com 13 planos para 3/4 allys chegam e sobram, fazendo com que ninguém ataque planos.OK, exagerei outra vez, mas é mais ou menos isto.

    Nao exageraste de forma alguma. Apesar de os servidores serem na sua maioria ganhos pelo numero de defesa que consegues manter na WW ,quem mais ges tem, mais possiblidades tem de ganhar o servidor.

    Em servidores competitivos,qualquer ataque a uma ww acima do nivel 50 pouco ou nada ira alterar independentemente do tamanho do ge.Isto porque nessa altura qualquer ww que esteja na corrida,ja tera acima dos 40kk de defesa.

    No lusobrasileiro pelo numero de registos,sera dificil atingir esse numero,por isso ainda menos se percebe os numeros de tropa em ges que por vezes aqui se ve.

    Por vezes e tao disparatada a diferença entre aliancas que ja se viu ges que nao chegam a sair,por falta de alvos,ou ate mesmo aqueles que batem em wws a zero,e isso de certo que é algo que ja presenciaste em servidores que jogaste.

    Para mim,alem da falta de respeito por aqueles que investem tempo e ouro no servidor para fazer o seu ge,demostra tambem uma grande falta de estrategia por parte dos lideres da alianca,por nao saberem utilisar/moldar ,as contas que os acompanham e hoje em dia tens links,como o gettertools que te permitem ver tudo o que a alianca tem a nivel de conta de cada um.

    O que dizes e bem,sobre a falta de luta por artefactos/pc ,devido aos mega imperios por quadrante,retira um pouco a piada do jogo,mas isso sera algo que ira sempre existir.

    A procura por tornar os servidores competitivos,vai de cada um,principalmente daqueles que lideram,mas isso e algo que ja foi debatido noutros topicos,por isso nao vale a pena escrever mais sobre isso.

    Deixando aqui um exemplo,e dsc voltar a falar nos russos,mas sao aqueles que conheco melhor,e se fores a ver,no grupo de apuramento europeu,onde estao varias aliancas lusobrasileiras,todas as aliancas que fizeram parte da ruteam(union) vieram divididas,e espalhadas por todos os quadrantes,lutando entre si,e onde no NW o nosso maior adversario e outra alianca russa(f&b),grupo que nas ultimas finais foi nosso aliado,e que provavelmente nas proximas sera de novo,e que neste momento esta em guerra aberta conosco pelo dominio do quadrante.


    Nao existindo um significativo aumento no racio novos jogadores de entram vs jogadores veteranos que saiem,o que segura esses veteranos nao e o numeros de bonecos que um ou outro faz no final,mas sim toda a dinamica do servidor em si.

    No lusobrasileiro,alterando um pouco a dinamica dos servidores,seria nao so bom para os mesmos,como seria tambem benefico para os novos cordenadores de alianca terem tambem a oportunidade de ganhar alguma experiencia com esses jogadores mais veteranos.

    Mas esta e apenas a minha opiniao sobre um dominio que vou conhecendo cada vez menos,e um pouco de spam num post que de nada tem a ver com o topico.

    Bons servidores para ti,e espero que te divirtas a jogar os mesmos.

  • Não confundas a realidade de servidores de qualificação e finais com servers WW. E não confundas servidores LusoBR com servidores noutros dominios. Porque fazer um GE na zona 50/50 é um convite a acordares um dia e metade dele desapareceu ou morreu à fome. E muito mais havia a dizer sobre isto ;)

    .pt4: Maximus :teu01:/.fr3: Medianus :rom02:/.fr6: Minimus :rom03:/.ptp: Medianus:egy02:/.as7: Minimus :gau02:/.2019 Qualify Group A: Azor Ahai :hun01:/.as4: Pissed Pigeons :teu01:/ .2019 Finals: Makhai :egy02:/.ts20xv: Apocalypse :hun01:/.as3: Legion

  • Pelo contrário, se tens um bom GE não o vais lançar antes de a WW estar a nivel 50. Mais uma vez estas a confundir a realidade de qualificação e finais com servers normais em x1. Lançar um GE de 700k numa WW abaixo de 50 é um desperdicio.

    .pt4: Maximus :teu01:/.fr3: Medianus :rom02:/.fr6: Minimus :rom03:/.ptp: Medianus:egy02:/.as7: Minimus :gau02:/.2019 Qualify Group A: Azor Ahai :hun01:/.as4: Pissed Pigeons :teu01:/ .2019 Finals: Makhai :egy02:/.ts20xv: Apocalypse :hun01:/.as3: Legion

  • Não confundas a realidade de servidores de qualificação e finais com servers WW. E não confundas servidores LusoBR com servidores noutros dominios. Porque fazer um GE na zona 50/50 é um convite a acordares um dia e metade dele desapareceu ou morreu à fome. E muito mais havia a dizer sobre isto ;)

    Boas amigo.

    Eu referi isso no final do meu post anterior.

    Mas se analisares bem e muito mais dificil segurar um ge em 50/50 num servidor onde tens uma forte concorrencia pelo quadrante(inclusive ja temos perdido alguns),do que num servidor onde todo o jogo e feito de base para os ges,por isso ainda se torna mais complicado perceber o porque de ter que se ir para as montanhas,para os fazer,e de toda a logistica que isso implica.

    Num servidor disputado onde tens adversarios no quadrante e preferivel manteres o teu nucleo de aliados proximos,seja pelo farm a que tens acesso quando tens o treino,tal como uma rapida e musculada resposta defensiva quando vem ataques reais.Por isso no primeiro dia de servidor sao criadas tabelas com as crops disponiveis dentro do raio que cada alianca vai ocupar.Nessa altura a unica coisa que tens defenida é quem sao os defesas,os full defesa ww ,os full defesa cavalaria,e os atacantes.Essa info consegues atraves dos questionarios pre server. Os ges sao defenidos apenas pos artefactos. Antes disso ninguem diz que vai para ge.

    Nestes servidores os bons ges sao aqueles com o numero suficiente de catapultas que te permite baixar de 1 a 5 niveis no inicio da evolucao das ww.

    Em aliancas rotinadas o treino esta ativo nao mais do que 8 horas numa conta e é rodado de 24 em 24 horas.

    Nesses servidores tens 13 ww onde metade ou mais por vezes estao em disputa pela vitoria,e mais importante do que teres um mega ge é teres 2 ou 3 com 17 a 20k de catas cada.Saber gerir os mesmos e esperares que baixem 2 ou 3 niveis aqui e alem ate que a tua ww consiga estar a frente ate teres o grosso da tua defesa la estacionada.

    Atencao que essa defesa comeca a chegar 2 horas antes da ativacao do plano numa proporcao de 1/3 da defesa ww,sendo que apos a sua ativacao vai outro 1/3 e so apos os espiancos metes o total.

    Falamos de no minimo 20kk antes da ativacao do plano e de cerca 40kk quando a mesma chega a nivel 2.

    Se esperas para aumentar o numero de tropa corres o risco de nem sequer fazeres dano,e deixo-te o exemplo do apuramento do ano passado em que a nossa op a ww smurfs a nivel 25,o meu pequeno ge de 17k de catas nao fez qualquer dano,e dos 2 que baixaram niveis,1 deles ia com 22k de catas e baixou apenas 2 a 4 niveis,nao te sei precisar.

    Os ges devem sair sempre que a lideranca julgue que o devem fazer. No lusobrasileiro se quem faz os ges por norma e tambem lider,nao e muito dificil perceber a dinamica que tera o servidor.

  • Sim, eu sei ao que te referes, mas do que conheço no lusobr, o problema é estarem habituados a ideias de jogo ultrapassadas face ao que é feito noutros dominios. E para além disso, essas pessoas estão tão habituadas a jogar assim, que quem vem e tenta introduzir algo novo, é encarado da forma errada, como sendo um maluquinho.

    O lusobr transformou-se num jardinzinho de algumas allys e estagnou. Como não vem ninguém de fora, ou quem vem não vê as suas ideias serem aceites, as coisas não mudam.

    Estas allys jogam assim, e, pior, ensinam todos os outros a jogarem assim.

    Como não é um dominio competitivo nem chamativo, ao contrário, por exemplo, dos servers anglo ou qualifys e finais, não vem allys ou jogadores de outros dominios trazer conceitos novos.

    Eu registei-me para jogar no recente ts5 e ainda joguei algumas semanas, mas acabei por desistir face ao que estava a ver. Há demasiada coisa errada e ainda tentei explicar algumas coisas, mostrei guias, dei exemplos de como fazer coisas tão simples como fazer pedidos de defesa, ou fazer operações coordenadas ao mesmo segundo...o que aconteceu no fim de tudo? continuaram a fazer à sua maneira errada.

    Hoje em dia, há gente a fundar em 4 dias, no lusobr vi gente a fundar em 9 dias!! e acham normal e aceitavel..Havia um jogador a espalhar um guia que tirou do forum anglo, só que esse guia esta completamente desactualizado e foi feito há anos! Muitos ainda defendiam fazer campos a 5 em inicio de server, quando isso não é feito há anos nos servers anglo!

    Já nem vou falar no uso flagrante e inaceitavel de scripts e multis..

    Para além disso, pareceu-me que falta sentido estrategico a longo prazo em quem lidera. Estão sempre obcecados em começar a lançar ataques e operações sem sentido ou vantagem estrategica, apenas porque acham que matar algumas tropas tem algum valor face ao destino do servidor.

    Face a tudo isto acabei por desistir porque não sei jogar desta forma.

    A meu ver, a unica solução é um grupo organizado de jogadores com experiencia de outros dominios vir para o lusobr e jogar de outra forma, com outras ideias, e os outros jogadores comecem a assimilar esses conceitos pelo exemplo.

    .pt4: Maximus :teu01:/.fr3: Medianus :rom02:/.fr6: Minimus :rom03:/.ptp: Medianus:egy02:/.as7: Minimus :gau02:/.2019 Qualify Group A: Azor Ahai :hun01:/.as4: Pissed Pigeons :teu01:/ .2019 Finals: Makhai :egy02:/.ts20xv: Apocalypse :hun01:/.as3: Legion

  • A meu ver, a unica solução é um grupo organizado de jogadores com experiencia de outros dominios vir para o lusobr e jogar de outra forma, com outras ideias, e os outros jogadores comecem a assimilar esses conceitos pelo exemplo.

    Isso muito dificilmente ira acontecer.

    A varios anos que tento trazer um pequeno grupo dos meus,e apesar de ter liberdade de recrutar quem queira para a alianca,nao consigo mostrar nada de atrativo que os faça registar no servidor.

    O pior e que se isso acontece-se teria um efeito contrario,quer dizer,iriam existir ainda mais delecoes,porque a maioria nao conseguiria acompanhar o andamento. Muitos iriam justificar com tudo e mais alguma coisa,tipo falta de tempo,os adversarios serem batoteiros,etc etc.

    Isto e um ponto que nunca se ira alterar a nao ser que a tg acabe com os dominios e facam servidores por continentes como aconteceu com o x10 e agora mais recentemente com o apuramento.

    Ai tambem acredito que a comunidade lusobrasileira se tornasse ainda menor,porque como dizes ,este dominio tornou-se o recreio de algumas aliancas,e la fora,muito dificilmente os veria a jogar mais do que um servidor.

    Ainda a quem procure servidores fracos,porque e nesses que tem relevo,e talvez seja por isso que muitos ainda jogam.

    Alguns quando experienciam novas realidades a que nao estao abituados,acabam por perder o interesse.

    No apuramento um dos supra sumos pt,que a tempos atraz achou estranho e chegou a dizer que era um exagero existirem catapultas ao 6/7 dia de servidor em x2.

    Desta vez foi exprimentar a jogar o dito apuramento um pouco mais identificado,e antes de dia 18 ja tinha a sua crop 15 catapultada a 80 de pop,a aldeia de apoio tambem catapultada,isto apesar de estar na zona do 100/100 do quadrante mais fraco,e de o adversario estar sozinho nao tendo aliados numa area de 30 quadrados a sua volta. Ora num lusobrasileiro tal nunca aconteceria,e provavelmente essa mesma crop 15 nunca seria alvo de um ataque real sequer.

    Eu ja desisti,agora o que faco apenas é dar a oportunidade a alguns de conhecerem realidades diferentes de jogar a isto,em aliancas realmente organizadas. Se eles as aproveitam? Bem isso ja ira depender deles.Este sera inclusive o ultimo servidor que o farei e apos o mesmo,terminarei com qualquer ligacao a este dominio,seja a nivel de servidores,de contactos com jogadores que o jogam(fazer mais uma limpeza nos contactos de skype),e tambem a nivel de forum.

    Um conselho que te deixo... nao vale a pena.

    E uma guerra que nunca iras conseguir ganhar.

    Tens que ver,como eu referi atraz,que eexisteuma grande procura por estes servidores mais fracos,servidores onde jogadores medianos podem brilhar,porque nos outros mais competitivos,nao tem nem perto,a possiblidade de encher o ego.

    Um abraco e bom servidor para ti,seja ele qual for.

tg_TL-DQ4_970x250_181126.jpg